quarta-feira, 2 de maio de 2007

O INVERNO VAI PASSAR...

Hoje foi um dia daqueles em que a gente fica meio desconectado com o mundo que está ao nosso redor, e porquê? Porque as tristezas e as frustrações do dia-a-dia, a vontade de ser o que nunca fui (ou não pude ser para as pessoas), uma vontade louca de ser aceito, compreendido, defendido pelos amigos, de ser uma pessoa melhor para este mundo... tudo isso gera dentro do meu coração um desejo ardente, uma ambição secreta, um sonho ininteligível (como o são quase todos os sonhos), algo que a gente sente, todo o mundo sente, até mesmo Deus já sentiu, mas é tão difícil definir em palavras humanas, mesmo em metáforas ou parábolas. Quando as pessoas nos traem, nos esquecem e não decepcionam... O que fazer? Mas... pior ainda é: e quando a gente mesmo não está se aceitando, se conhecendo bem, sabendo como agir diante das mais estranhas situações... Nem sendo verdadeiro com as pessoas ao redor, pelo menos não no que tange ao aspecto mais intrísceco da palavra "verdadeiro", que é a transparência e a honestidade, clareza no falar, sentir e pensar, e a respectiva consonância com o agir diário...
.
Uma sensação de que é preciso uma mudança radical e definitiva, nos meus hábitos e pensamentos, nas minhas ações e sentimentos, na minha maneira de viver. "Cristo", em mim,"é a esperança da Glória..." (Colossensses 1:27), então porque essa Glória não se manifesta aqui e agora? O anseio do meu ser se une ao de todos os mundos que foram criados: "Porque há ardente expectação das criaturas à espera da manifestação dos filhos de Deus." (Romanos 8:19)
.
Sou um filho, não sou um criado na presença do Pai. Sei que sou muito amado e me assento à Mesa como um príncipe na Casa de Abba. Um Pai querido e amoroso, que me recebe e me chama pelo meu nome todas as vezes em que eu desejo a Sua bondosa companhia, e Alguém que me cobre com Sua complacência e Seu doce desejo de perdoar... que me ensina a ser perdoador, através do Seu exemplo de perdão sem limites.
.
Uma palavra que define seu sentimento por nós: "Misericórdia", etimologicamente vem do verbo latino misereo: "ter pena, compaixão" + cor, "coração". Essa composição de duas palavras descreve um sentimento diferente do mero sentir dó, mas reforça o sentimento colocando-o bem lá dentro, no imo, no próprio coração de quem o sente por outrem. Diz a Palavra: "Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso." (Lucas 6:36), e também diz que "As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam - se a cada manhã...” (Lamentações 3.22). Eu aprendo assim, que preciso desse tesouro em minha vida, afim de me parecer mais e mais com meu Abba, meu Pai do Céu.
.
Sei que é difícil possuir esse sentimento nos dias de hoje, com tantas coisas acontecendo ao nosso redor, tanta violência, miséria, currupção, degradação do ser humano. Mas ao olhar para o Céu, não posso deixar de lembrar de Provérbios 4:18 que diz que “A vereda do justo é como a luz da aurora que brilha mais e mais até ser dia perfeito". E que Deus é fiel, e crendo nas Suas promessas e na Sua provisão, ainda há uma esperança...
.
Esperança (Diante do Trono)
Letra e Música: Ana Paula Valadão Bessa
.
Quando estou só e o choro parece querer chegar
E um sentimento de temor
Como será o amanhã que eu não vejo e quer me assustar
Oh meu Deus, ajuda-me a confiar
.
Quando os sonhos se frustram
Ou parecem não se realizar
Quando as forças se acabam
Tudo o que eu sei é Te adorar
.
Quando as feridas no meu coração não querem sarar
E me atrapalham a visão
Tuas promessas são tão grandes e as lutas querem me esmagar
Oh meu Deus, ajuda-me a avançar
.
Tua presença me aquieta a alma e me faz ninar
Como um bebê que não precisa se preocupar
A minha vida escondida em tuas mãos está
Oh meu Deus, em Ti eu posso descansar
.
A esperança renasce
E a certeza de que perto estás
Tua paz me invade
Pois tudo o que sei é Te adorar

Nenhum comentário:

Postar um comentário