sábado, 12 de julho de 2008

HOJE É A CHEGADA DA ANGÉLICA!

"Um novo tempo vai nascer e o que era então nunca será mais como
antes, um novo tempo que trará aos corações nova canção que
cantaremos todos (...)" ("Um Novo Tempo" - Catedral)
.
Até bem pouco tempo atrás eu tinha uma Agenda... Mas uma Agenda que não me servia exatamente como Agenda, isto é, para anotações de compromissos futuros, mas sim como Diário, como um registrar constante em suas páginas do que já havia acontecido. Acho que ainda possuo as anotações do que aconteceu em minha vida até uns cinco ou seis anos atrás: os tempos de faculdade, o namoro que não vingou, o primeiro emprego, os amigos... Desde então não tenho mais o costume de escrever em tais diários, até mesmo devido ao pouco tempo que me restou com o passar dos anos, com o amadurecimento pessoal, com os compromissos acadêmicos, profissionais, "igrejais", etc., deixei de lado este hobby, que eu gostava muito, que era o de escrever, ao final de cada dia, o resumo dos principais acontecimentos do dia: com quem tinha falado, onde tinha ido, o que tinha estudado, o que tinha ensaiado na igreja... Pequenos grandes detalhes de uma existência. Pois bem. Ainda que, vez ou outra, não fosse possível escrever todos os dias antes de deitar-me em meu leito, mesmo assim, com algum esforço no final da semana ou até mesmo do mês a gente atualizava a Agenda-Diário para então voltar a atrasar alguns dias... Hehehe... Desencargo de consciência? Talvez...
.
Fato é que hoje estou aqui, para deixar registrado em meu "Diário virtual", isto é, no meu blog, um dos principais acontecimentos da minha existência: o nascimento da minha filha Angélica. Para os meus leitores que me acompanham há algum tempo, posso dizer que vocês foram testemunhas de algumas coisas que aconteceram na minha vida, e puderam ler aqui algumas destas minhas confidências: coisas do dia-a-dia, decisões sem tanta importância e profundos sentimentos da alma deste blogueiro; mas também decisões importantes, acertadas, que mudaram o rumo da minha jornada aqui, coisas que nos mostraram porque fui inspirado a nomear esta página com o versículo de Romanos 11:29, na Nova Tradução na Linguagem de Hoje: "Porque Deus não muda de idéia a respeito de quem Ele escolhe e abençoa", pois Ele é o Abençoador e o Vocacionador por excelência! Por isso, achei imprescindível detalhar aqui este dia tão especial na minha vida, até porque eu não poderia esquecer jamais, mais como "palavras não se perdem, muito menos as que estão escritas", preferi postar aqui estas minhas memórias. Memórias do dia em que tornei-me papai pela primeira vez...
.
Sábado. 12 de julho de 2008. Este foi o dia escolhido para a chegada da nossa princesinha, pois esta data foi, na verdade, a que coube na agenda do médico ginecologista-obstetra da minha esposa Michele, para efetuar os procedimentos cirúrgicos do parto, que foi uma cesária. O local indicado pelo médico foi o Centro Materno-Infantil "Regina Pacis", pois o mesmo conta com uma das melhores, senão a melhor estrutura de internação e equipamentos desta nossa capital, contando, inclusive, com a única U.T.I. neonatal particular do Estado, que graças a Deus não precisamos, pois nossa filha nasceu forte e saudável!
.
Pois bem. Como diz a letra da canção que postarei logo em seguida, aquela manhã de Julho amanheceu de maneira totalmente diferente: acho que tudo, o sol, o ar, os sons de pássaros e o vento gélido típico das manhãs já anunciavam que aquele seria um dia especial. Nem preciso dizer que não durmimos bem naquela noite. A Michele acordou por volta das 4 horas da madrugada, ansiosa. Eu, às 5 horas. Nos abraçamos ali mesmo, em nossa cama, esperando o tempo passar para irmos ao hospital: 7 horas da manhã era a hora marcada. As malas da mãe e da filha já estavam prontas desde a véspera, porém naqueles minutos que antecediam a nossa saída fizemos um check-up, o que não impediu de esquecer alguns itens importantes, devido à ansiedade que nos dominava. Entramos no maior site de relacionamentos do mundo (Orkut), e ao acessar as atualizações dos nossos contatos, lá estava o vídeo da música que acabaria por se tornar o tema da chegada da nossa amada filha. Nos Vídeos Favoritos da nossa amada Pastora Ruthlene Cardoso, em que ela acabara de postar o vídeo-clipe da canção "Minha filha, minha flor", do cantor gospel PG, ao qual avidamente assistimos por umas três vezes seguidas! Choramos bastante ao meditar na letra e nas imagens da filhinha do cantor, imaginando como seria o rostinho da nossa primogênita que conheceríamos dali a alguns instantes... Nos quebrantamos ali mesmo, naquele momento único na presença do Senhor, agradecendo por Sua bênção a nós concedida, e pedindo a Ele que protegesse a minha esposa e a minha filha no momento do nascimento, que Ele usasse a equipe médica e guiasse suas mãos para que tudo corresse bem naquele procedimento cirúrgico. Nos abraçamos e sentimos de maneira real e intensa, ali, no nosso quarto, a presença do único Deus vivo e verdadeiro, entregando a Ele o controle de tudo a partir daquele momento!
.
Nos momentos que se seguiram, a minha sogra juntamente com seu esposo chegaram, para que eu tomasse o meu café (minha esposa não podia, obviamente) juntamente com eles, e em seguida nos dirigimos à Clínica. Chegando lá por volta das 7:15 hs, demos entrada na recepção e nos dirigimos ao apartamento 105, onde minha esposa ficaria internada até que pudesse retornar ao nosso lar com nossa amada filha nos braços. Nos momentos seguintes minha irmã Suélen chegou para esperar o grande momento. Enquanto isso, a Michele tomou novamente um banho e vestiu a roupa do hospital, e nós tiramos algumas fotos para registrar tudo desde o momento em que saímos de casa. Bem, todos sempre me perguntam se eu assisti ao parto. Não! Eu não teria esta coragem, tenham certeza que não! Mas, além disso, não deixaram nenhum de nós assistir ao momento do nascimento da Angélica, pois alegaram que já tiveram vários problemas devido a pais ou acompanhantes descontrolados na sala de parto. Disseram que só poderia entrar na sala as pessoas que fossem da área da Saúde. Minha irmã, na esperteza, disse que era psicóloga (digo, na esperteza, porque ainda não pegou o canudo, estaria dentro de alguns dias apresentando o Trabalho de Conclusão de Curso), mas nem assim permitiram sua entrada e muito menos da minha sogra... Eu mesmo não fazia questão de entrar, porém também não desejava que a Michele ficasse sozinha lá... De qualquer forma, uma pessoa da equipe médica se dispôs a tirar fotos do momento do parto. Pelo menos isso, ?
.
Bem, enquanto aguardávamos nós quatro, foi-nos perguntado se desejávamos que fosse furado a sua orelhinha já em seguida, ao que prontamente aceitamos. Então, a Suélen e o esposo da minha sogra foram n'algum lugar ali próximo comprar o primeiro par de brincos da Angélica, e ali permanecemos na espera, eu e a minha sogra. Então aconteceu. Conforme soubemos depois, às 8:36 hs nasceu a minha princesinha, com 49 centímetros e pesando 3,5 kg, que alguns minutos depois, na saída da sala de parto, sendo levada pela enfermeira que vestiu sua primeira roupinha, e em seguida levou-a ao apartamento. Chegando lá, pela primeira vez eu a segurei nos braços, meio desajeitadamente; meio não, totalmente! Alguns momentos depois, a enfermeira a pôs em seu bercinho e minha irmã chegou para registrar aquele momento de felicidade plena num vídeo, que posteriormente postamos no YouTube. Depois nossa mamãe mais fresquinha foi trazida ao apartamento, e nós precisamos acalmar um pouco os ânimos, e dar atenção à Michele, que praticamente dormia. Algum tempo depois ela acordou e pediu (através de gestos, pois ainda não podia falar) para ver a nossa filha, e lhe mostramos as fotos que tiramos. Durante aquele mesmo dia recebemos algumas visitas, de pessoas que foram conhecer a princesinha, e tudo foi devidamente registrado através destas fotos.
.
Ainda passaríamos mais umas 24 horas no Hospital, mas graças a Deus não foi preciso mais do que isso, e já no dia seguinte, por volta das 10 horas da manhã, já retornamos à nossa casa com a pequena Angélica nos braços. Encontramos alguns amigos à nossa espera, e por aí festejamos mais um pouco a chegada desta que passou a ser o motivo de termos muito mais alegria e satisfação! Graças a Deus que nos presenteou com esta linda garotinha, perfeita de saúde e que foi gerada por Deus de um casal que se ama e O teme, e que nasceu no seio de uma família amorosa e festeira, com pais, avós, tios, primas e muitos amigos e irmãos em Cristo que a amam muito! E que será criada nos caminhos do Senhor, conforme nos ensina a Palavra de Deus em Provérbios 22:6: "Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando envelhecer não se desviará dele." Que o Papai do Céu nos ajude e nos capacite a cada dia a cumprir esta nobre Missão! Amém!
.
Minha filha, Minha Flor
C o m p o s i ç ã o : .P G
(Adaptado por: André Neves)
.
Assim como mudam as estações, se acaba o frio de um inverno
E se espalham pela vida flores de uma primavera
Doze de Julho foi assim, o sol pela manhã anunciava,
A Angélica trouxe o perfume que me faltava...
.
Filha, menina escolhida por Deus!
Pra fazer sorrir a nossa vida
Com você os meus dias serão primavera
A flor mais bela que Deus plantou em meu jardim!
.
Filha, menina escolhida por Deus!
Pra fazer sorrir a nossa vida
Com você os meus dias serão primavera
A flor mais bela...
.
Tão bela quanto as rosas, preciosa como um lírio dos vales,
Seu nome é forte como a flor que resiste ao deserto
Seu sorriso em minha memória,
Estará sempre guardado!
Tão bela, preciosa, filha amada do Pai, bela, tão bela
Seu nascer transformou a minha história!
.

Um comentário: