quinta-feira, 26 de março de 2009

SACRIFÍCIOS DESNECESSÁRIOS E ABOMINÁVEIS

"Para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro; antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo n’Aquele que é a cabeça, Cristo Jesus." (Efésios 4.14-15)

Loucuras da Religião (2) Estarrecido. Confuso. Assustado. Pasmo. São algumas palavras que podem parcialmente definir o sentimento que me ocorreu à alma no exato momento em que acessei as atualizações de fotos postadas no perfil de algumas pessoas no maior sítio de relacionamentos do mundo, o Orkut. As imagens mostravam algumas mulheres, submetendo-se a uma espécie de  ritual de purificação dos mais bizarros que já vi… Você deve estar pensando que me refiro a alguma cerimônia religiosa dos Hare Krishnas, ou dos rituais exóticos dos wiccas buscando a interação com seus deuses, ou mesmo aos  cultos hindus. Porém, a triste cena que vi acontecia numa igreja que se considera cristã!

As imagens falam mais do que mil palavras. Uma comunidade reunida, pessoas em aparente excitação religiosa, lágrimas vertendo dos olhos de pessoas com coração sincero… Porém, tudo isso misturado com um cenário que mais parecia um salão de cabeleireiro. Mulheres sentadas na única poltrona disponível, nada de espelho… Uma após a outra tendo seus cabelos raspados com uma aparelho próprio para este fim. A imagem acima é apenas uma ilustração, mas o “trote gospel” é bem mais do que isso: envolve o ser reconhecido como alguém “muito espiritual” nesta grei, alguém com “mais unção”. Se desejar visualizar mais imagens, clique aqui e veja com seus próprios olhos o porquê de tal estremecimento em meu espirito. 

O que me chamou mais ainda a atenção é que eu pude ver pessoas ali que, espiritualmente falando, não nasceram ontem (João 3:3), isto é, são velhas contertidas, e não neófitas! Mas mesmo assim, como meninos inconstantes, foram levados por mais este “vento de doutrina” que resolveu soprar aqui em Rondônia! Fico pensando como podem transformar em dissolução a graça que receberam, como conseguem enxertar a Graça de Deus na árvore da operação do erro, do engano e da corrupção. Sim, porque assim estão, mesmo sem querem, corrompendo a Palavra de Deus.

Dizem que cada indivíduo deve andar segundo a própria revelação de Deus para si, e assim conseguem “sair pela tangente” quando os inquirimos do porquê de fazerem coisas, digamos assim, “extravagantes”. Afirmam que Deus os ordenara a assim proceredem, mas se Deus não nos ordenara a fazer o mesmo, amém. Podemos seguir nosso caminho e eles o deles… Simples assim. Desta forma, eles estão sendo enganados por revelações pessoais, às quais consideram superiores à Suprema Revelação Universal de Deus à toda a humanidade: a Bíblia Sagrada! Esqueceram de 2 Pedro 1:20-21, que diz "que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo".

Pergunto a uma destas jovens mulheres que rasparam a cabeça, a respeito de que razões a levaram a tal decisão, e foi-me respondido que ela fez um voto, no qual desejou oferecer algo muito valioso para Deus, e ela considerou que seus cabelos seriam uma oferta preciosa, pelo seguinte motivo: porque a Bíblia diz que o cabelo é a honra da mulher, e de fato é assim (I Coríntios 11:15). Porém, uma análise minunciosa em todo o contexto, bem como uma anáilise hstórica dos fatos que levaram Paulo a escrever o referido texto, nos levam a algumas conclusões: que a honra da mulher é no sentido moral (e mesmo sexual), e que como as mulheres cristãs (e também os homens!) são constantemente advertidas a manterem-se puras em todo o seu proceder (I Pedro 1:15), logicamente Deus não aceitaria que delas fosse tirada esta honra, nem que fosse para ser “ofertada” a Ele! Tal coisa soa como absurdo!

Para que Hermenêutica, Homilética, Teologia Sistemática, blá-blá-blá… se Jesus era simples?

Uma vez li a frase acima, escrita como Mensagem de Status de um de meus contatos em um programa de comunicação instantânea.  É uma pergunta que apela às emoções humanas, porém trata-se de mais uma falácia. Jesus, aos doze anos, já disputava com os Mestres da Lei. De fato, Cristo era simples e humilde de coração; mesmo assim, Ele foi e continua sendo o Maior  Teólogo de Todos os Tempos! (A palavra Teologia, etimologicamente, significa conhecimento de Deus!) A resposta que eu dou para a pergunta em epígrafe é: para que absursos teológicos, como este e outros não venham a acontecer, e dou como exemplo também o vídeo abaixo:

Eu poderia continuar citando tantos e mais tantos outros exemplos do que vêm acontecendo nos nossos dias, tais como o dos pastores subindo montes em oração carregando pesados galões de 20 litros de água mineral (que depois torna-se água benta! ), ou daqueles “cristãos xiitas” que, literalmente, mortificam seus corpos com açoites e lanças, revivendo o sofrimento de Cristo a caminho de Sua cricifixão, mas vou parando por aqui. Creio que o pouco que falei já basta para ilustrar o que eu queria dizer.

Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.” (Mateus 22:29)

Estamos debaixo da Graça, e não estamos mais sob o julgo da Lei. Somos livres em Cristo e alguns querem nos escravizar de novo com suas regras religiosas sem sentido, impondo seus dogmas como salvíficos. Como diz João Alexandre, estão reconstruindo o Véu que Cristo destruiu com Sua vida derramada lá na Cruz!

Deus não deseja de nós sacrifícios e demasiados esforços humanos para que alcancemos Suas promessas. Elas são gratuitas e nos são concedidas mediante a Fé em Seu sacrifício supremo. Jesus disse: “Ide, porém, e aprendei o que significa: ‘Misericórdia quero e não holocaustos’!” (Mateus 9:13) Alguns, ainda hoje, estão precisando aprender…

Misericórdia!

2 comentários:

  1. Olá André! Li o seu artigo e confesso que fiquei perplexo com os fatos que vc aí colocou. Tomara que as pessoas aprendam e rápido o significado da palavra GRAÇA... palavra tão simples e de valor tão complexo.
    " Estai pois, na LIBERDADE com que Cristo vos libertou e não toneis a colocar - vos debaixo do jugo da servidão."
    GÁLATAS:5.1

    André Munhoz

    ResponderExcluir
  2. Verdade, mano! Graça é uma palavra muito bonita, porém muito mal compreendida hoje em dia, as pessoas estao voltando aos sacrifícios, achando que podem comprar as bênçãos de Deus, e até mesmo a sua salvação...

    Os cinco princípios da Reforma (Sola Gratia, Sola Fide, Sola Sripture, Solus Cristus, Soli Deo Gloria) foram completamente esquecidos...

    As pessoas estão ávidas por "novidades" mesmo que estas os levem para longe da Palavra. Nós, porém, permaneçamos firmes na vocação para a qual fomos chamados!

    Fique na Paz, meu grande amigo! E obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir