quinta-feira, 30 de julho de 2009

TALENTO, UNÇÃO E CRIATIVIDADE (PARTE II)

Talento e criatividade são instrumentos maravilhosos, mas não suficientes para a pregação do Evangelho da paz. Falta ainda um elemento, que associado a estes dois, trará um resultado sem precedentes na Historia da humanidade. Este terceiro e imprescindível elemento é a Unção de Deus.

Unção. Certa vez, ouvi em um seminário a seguinte alegoria a respeito da Unção. Um garoto perguntou para um pastor: “O que é unção?” O pastor, então, chamando à atenção do garoto para um boi, que pastava a distância, indagou: “Você está vendo aquele boi pastando?” O garoto respondeu: “Sim.” Então, falou o homem mais velho: “Aquilo não é unção.” Em seguida, olhou para um passarinho, que cantava no galho de uma árvore, e disse: “Você está ouvindo aquele passarinho, ali, cantando?”. “Sim”, disse o menino. “Aquilo também não é unção”, replicou o pastor. O garoto, exasperado, insistiu com o pastor: “Diga-me, então, o que é unção?” Após uma pausa breve, o pastor voltou-se para o garoto e concluiu, dizendo: “Se você vir um boi, no galho de uma árvore, cantando feito passarinho, aquilo é unção.

Além de boas risadas, a alegoria fez-me refletir e analisar os conceitos paradigmáticos a respeito da unção divina vigente nos dias de hoje. Alguns dizem ser aquilo que os faz tremer, literalmente, dos pés à cabeça, durante alguns minutos em um culto tipicamente pentecostal. Outros defendem que a Unção é uma propriedade deles mesmos, e que podem transferi-la a quem e no momento em que assim o desejarem. Absurdo!

Ora, vós tendes a unção da parte do Santo, e todos tendes.” (I João 2:20)

A Unção é, antes de tudo, manifestação do poder de Deus em nós, capacitando-nos para fazer algo especial em prol do Seu reino aqui na Terra! Mesmo que tenhamos (ou não) alguma experiência de gozarmos, instantaneamente, de uma paz inexplicável, ou uma alegria incontrolável, só iremos saber se, de fato, recebemos a Unção, pelos frutos que ela produz em nós: uma mente renovada, e um espírito que anseia a cada dia por mais e mais de Deus, um coração ensinável e fácil de ser tratado por Ele, uma vida santa e reta diante de Deus, etc.

E a Musicalidade? É um dom perfeito do Pai das Luzes que se manifesta em suas criaturas, caracterizando-se pela habilidade de comunicar-se musicalmente, expressando sentimentos de amor e adoração pelo Criador, bem como a proclamação ao mundo do poder do Evangelho através da linguagem artística-musical. Temos conhecido grandes músicos em nosso meio, artistas cristãos que se consagraram (ou não) no meio secular, alguns dos quais se distanciaram do Caminho. Mas isto não é uma regra: muitos têm sido chamados para serem artistas seculares, segundo uma recente profecia proferida em um dos Congressos realizados pelo reconhecido Ministério de Louvor Diante do Trono(*), e não tem negociado a sua Unção, como diz a canção da Fernanda Brum.

 

"Nas igrejas evangélicas do Brasil estão os maiores cantores do Brasil no momento (…)" Arnaldo Sacomanni, jurado do programa "Astros", do SBT.

Creio que este seja o caso de Anderson Lima, o rapaz do vídeo acima: ele foi um dos finalistas do mês de julho, do programa “Astros”, um reality show do canal de televisão brasileiro SBT, que dá espaço para que novos cantores, aqueles que tem realmente talento, e que ainda são desconhecidos do grande público, de mostrarem seu trabalho. Como eu disse lá em cima, na Parte I, Deus lhe emprestou uma linda voz, um carisma tremendo na hora de cantar e uma afinação extraordinária.  Tanto que, num dado momento, um dos jurados chegou a afirmar que os maiores cantores atualmente no Brasil estão na igreja evangélica.

Esta afirmação, saindo da boca de um crítico musical secular, merece toda a comemoração do mundo, pois parece que finalmente estamos recebendo o devido crédito que merecemos, o reconhecimento pelo trabalho social das igrejas, o qual certamente incluiu o trabalho de musicalização, principalmente, das camadas sociais mais pobres, que dificilmente teriam acesso a qualquer coisa nesta área, o que tem possibilitado o surgimento de grandes talentos, em nosso meio;  mas mesmo assim, de qualquer forma, sem o agir de Deus, a concessão dos dons, a capacitação que vem dEle para este trabalho tão árduo, e Sua infinita Graça, isto não estaria acontecendo!

Por isso, ao mesmo tempo que esta frase do Arnaldo Sacomanni merece comemoração, é mister também que venhamos a refletir sobre tudo isso, sobre os rumos da nossa Música, se é isso que queremos mesmo para a Igreja brasileira. E, acima de tudo, que venhamos a dar toda a Glória a Deus em tudo, e por tudo, e não tentar usurpar alguma dessa glória (humana, terrena e passageira) para nós mesmos, e corrermos o risco de nos afastarmos de nosso Salvador!

Soli DEO Gloria!

(*) Assista na íntegra o vídeo da gravação em que a integrante do Diante do Trono,  Helena Tannure, prega que Deus vai levantar ministros para serem músicos seculares, clique aqui. O conselho bíblico para nós é que devemos examinar tudo, e reter o que é bom! (1 Tessalonicenses 5:21)

2 comentários:

  1. André é um homem especial. Uma pessoa maravilhosa, inteligente, sábia, que foi grandiosamente abençoado por Deus. 1º por ter nascido num lar evangélico e 2º por Deus ter concedido a ele conhecer a Michele sua esposa, e através desse relacionamento nasceu Angélica. André é um homem que sabe o que quer. Dono de uma voz belíssima, ele traduz o seu amor a Deus através do seu talento especial. Um ótimo amigo, sempre que preciso dele, ele está por perto. Ele é um ótimo pregador da palavra de Deus, teme a Deus e é um cara fantástico. Deus continue lhe abençoando amigo!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado, meu amigão! Senti-me lisongeado com suas palavras, porém eu sei muito bem que elas são sinceras. São nossos seis anos da mais leal amizade que podem atestar muito bem isto. Embora nem tudo seja 100% fidedigno (como a parte da voz e do pregador, pura bondade do meu companheiro aí), sei que seu comentário foi sincero e muito mais do que isso: foi transparente e inspirador! Mais uma vez, quero te dizer, meu amigão, que eu o amo muito, e sou muito grato a Deus por ter conhecido um amigo tão leal como você! Fica com Deus!

    ResponderExcluir