sexta-feira, 22 de julho de 2011

Todo dia é dia de domingo


Stephanie Zuma Lacerda1
Há uma implicância minha com o dia de domingo. Aliás, há uma implicância minha em tudo que deveria ser espontâneo e se tornou uma mera formalidade ritual. A ceia, a conversão, o culto e… O domingo.
Fora das teorias conspiratórias sobre o porquê é o domingo o dia adotado por quase todos os cristãos para se realizar o culto, que é capaz de alguns até dizerem agora que isso também tem a ver com ‘os illuminatti’… Deve-se refletir sobre qualquer coisa presente na nossa religião, aliás, deve-se refletir sobre qualquer religião tendo como base seu fundador e primeiros seguidores, para assim manter, adaptando-a as características contemporâneas, a religião dentro de seu foco.
Cristianismo então, deve se voltar a Cristo para discutir qualquer assunto. Domingo do Cristo. Quando pensamos em domingo e em Jesus, pensamos na nossa tradição de que Jesus ressuscitou no domingo. Logo, de acordo com a tradição o domingo deveria ser o dia de celebração, pois se alguém conhece uma celebração maior do que a graça de Deus sendo manifestada através de sua encarnação e morte como expiação de pecados… Bem, não existe maior celebração que essa!
O problema se trata da perda dos significados primeiros da nossa religião. O culto, depois de Jesus passa a ser diário, todo o dia, em cada situação. O domingo perdeu o significado a partir do momento em que se limitou a comunhão com o outro e com Deus a este dia. Se você não fez isso, parabéns, no entanto assim caminha nossa espiritualidade. A espiritualidade do cristão não pode se resumir a um dia na semana. Jesus nos apresentou algo bem diferente.
A espiritualidade de Jesus envolvia relacionamento diário com as pessoas que precisam conversar, ouvir, ser ouvidas, tocar, serem tocadas por alguém. Temos tido pouco contato com o mundo do lado de fora e nos dias além do domingo.
Se você não puder fazer do seu domingo apenas mais um dia de comunhão com Deus e com o próximo, faça de todos os dias um domingo.

_____________________

1Bacharelanda em Teologia, membro da Primeira Igreja Batista de Córrego do Ouro, Macaé-RJ. Líder de adolescentes, professora da EBD, blogueira, escritora e poetiza nas horas ocupadas. Contato: tephizuma@gmail.com.

Fonte: http://lombel.com.br/bereiablog/?p=2372

domingo, 10 de julho de 2011

MUSICAL “CORRA PARA A CRUZ!”


André de Araújo Neves 1

“Então Samuel tomou uma pedra, e a pôs entre Mizpá e Sem, e lhe chamou Ebenézer, e disse: ‘Até aqui nos ajudou o Senhor’.” (I Samuel 7:12)

imageNa noite do último dia 29 de Maio, o Templo Central sediou mais um grande evento para a glória do Deus: o Musical “Corra para a Cruz!”, alusivo à Páscoa cristã, apresentado pelo nosso Coral Maranata, em parceria com o coral Milagres, da Igreja Metodista Wesleyana do bairro Nova Floresta, na zona sul da cidade. Além dos corais, abrilhantou também o Musical a participação do ministério de dança IADA (também da IMW), e do grupo de teatro Yeshua (da Congregação Jardim Primavera, dirigida pelo Pastor Sóstenes Rodrigues). Louvamos a Deus pelo trabalho realizado de forma integrada, pois como diz a Palavra de Deus, “quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” (Salmo 133:1).

imageNa apresentação que durou aproximadamente uma hora e meia, os dois corais, os vários solistas e o dueto, sob a regência do Maestro Samuel Tecchio, entoaram belos hinos de louvor ao Senhor. Foi disponibilizado um telão na área externa, por meio do qual várias pessoas puderam acompanhar todo o culto, ainda que não tenham conseguido adentrar à nave do Templo, pois esta já se encontrava repleta, tanto de crentes quanto de pessoas convidadas para ouvir a Palavra de Deus ministrada através do louvor naquela noite. Foi montado um grande palco especialmente para o evento, no qual foram apresentadas as coreografias, e retratadas algumas das cenas mais importantes da vida, ministério, morte e ressurreição do nosso Senhor Jesus Cristo, tais como estão narradas nos Evangelhos: o encontro da Mulher Pecadora (Maria Madalena) com Jesus, a Última Ceia, o julgamento de Cristo perante Pilatos, a Via Dolorosa, a Paixão do Senhor e a Sua gloriosa Ressurreição, etc.

imageHouve ainda um momento de adoração congregacional, em que os Corais, acompanhados por músicos da Orquestra Filarmônica Asafe, e juntamente com toda a igreja, cantaram “A Ele a glória”. No momento do apelo, feito pelo pastor presidente do Campo, Pastor Antônio Baltazar, por obra e graça do Espírito Santo, que sempre Se faz presente, houve salvação de almas. Somos mui agradecidos ao Senhor ressurreto, que tem abençoado sobremaneira o nosso Coral Maranata, nestes 28 anos de história na Música Sacra em nossa cidade. Podemos, tal como o salmista, declarar que “Grandes coisas fez o SENHOR por nós, e por isto estamos alegres” (Salmo 126:3). Toda a honra e glória ao Senhor nosso Deus! Aleluia!


Fonte: Jornal “AD Porto Velho News” – Edição de Julho/2011. www.adportovelho.com.br

1 Membro da igreja Assembleia de Deus Central de Porto Velho, Ministério de Madureira. Graduado em Matemática, atualmente exercendo o cargo de Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça, e Acadêmico de Direito da Unir. Email: teacher.neves@gmail.com. Twitter: http://www.twitter.com/andreneves1.