Poemas

 SONHO DE UMA NOITE DE INVERNO


 Eu vou contar um sonho
 De uma noite de inverno
 Eu era um Sol risonho
 Em meio ao Cosmo eterno.

 Apaixonei-me pela Lua
 De um Céu todo estrelado
 Reparei na aflição sua
 E sentei-me ao seu lado

 E vendo a Lua chorar
 Perguntei qual a razão
 Daquela lágrima no olhar
 Que escorria até ao chão.

 Confessou-me que um dia
 Apaixonou-se pelo Sol
 Pela luz que irradia
 E nos separa no arrebol.

 Pela manhã despertei em pranto
 Pois logo lembrei-me daquela
 Que a distância levou o encanto
 E até hoje a minh’alma anela.

 PORTO VELHO, ABRIL DE 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário